6 fatos curiosos sobre a mandioca e seu consumo

Leia o texto e conheça alguns fatos curiosos sobre a mandioca, um alimento versátil e tradicional, rico em história e cultura.

Neste texto, você encontrará 6 fatos curiosos sobre a mandioca e seu consumo no Brasil

A mandioca, também conhecida como macaxeira ou aipim, é uma planta forte e brasileira que consegue tolerar bem os períodos de seca, além de sobressair em solos de baixa fertilidade, o que acaba sendo vantajoso em algumas regiões. 

Ela pode ser cultivada em todo país e é ótima para a alimentação, além de ser muito nutritiva e de ter alto valor energético, amido e alguns minerais.  

Sabendo disso, iremos descrever para você alguns fatos curiosos sobre a mandioca e a importância do seu consumo. 

Por esse motivo, preste atenção nos fatos que iremos deixar aqui, já que o Brasil é o quinto maior produtor de mandioca do mundo, o que é um fato e número muito importante para o nosso país. 

6 fatos curiosos sobre a mandioca

1. Rica em nutrientes e isenta de glúten

Os carboidratos são os principais nutrientes da mandioca, com a amilopectina e a amilose, o que ajuda a fornecer uma quantidade ainda maior de energia. Isso faz com que seja ótima para quem está exercitando ou até mesmo em dietas.

Cem gramas de mandioca cozida fornecem 159 calorias, o que é bastante comparado a outros tipos de plantas. 

A presença de glúten na mandioca é quase nula, o que acaba sendo acessível até mesmo para as pessoas que são mais intolerantes à lactose.

Também contém pouca glicose, sendo boa opção para pessoas que sofrem de diabetes. Isso é um fato curioso sobre a mandioca e seu consumo que acaba sendo uma opção saudável para qualquer um. 

2. Existem diversos apelidos e é adaptável a climas diferentes

Para cada região, existem diversos apelidos para a mandioca e elas costumam ser chamadas de: Aipi, aipim, castelinha, ipim, macamba, macaxeira, macaxera, mandioca-brava, mandioca-doce, mandioca-mansa, maniva, maniveira, mucamba, pão-de-pobre, tapioca, uaipi.

Todas elas são nomes diferentes que damos para a mandioca, o que é um fato curioso e interessante sobre a mandioca.

Lembrando que a mandioca é uma planta da família Eufhobiacea de origem sul-americana, sendo cultivada desde a antiguidade pelos povos desse continente. 

A mandioca consegue se adaptar muito bem ao clima e a qualquer região brasileira, já que a sua plantação é favorável em todos os climas tropicais e subtropicais, e isso faz com que ela se desenvolva rapidamente.

Já o contrário não é uma boa opção, pois ela não se desenvolve bem em climas mais frios. 

3. Tipos e produção

Segundo a Embrapa, afirma-se que existem cerca de 250 variedades de mandioca.

Uma dessas espécies é a brava, que possui alto teor de ácido cianídrico, composto tóxico, devendo ser submetida a técnicas específicas de secagem para poder ser consumida pelas pessoas. 

Agora a mais consumida no Brasil é da espécie mansa, sendo essa a escolhida pela BeijuBom para a fabricação de todos os produtos da linha.

Ela é encontrada frequentemente nas feiras, nos hortifrutis e nos supermercados. 

A espécie mansa conta com um alto teor de vitaminas e é ideal incluir uma porção de 150 gramas, caso queira fazer uma dieta diária.

A mandioca também é o 10° alimento mais produzido no mundo, sendo mais de 95 milhões de toneladas produzidas por ano. O Brasil atual é o 5° maior produtor, tendo cerca de 23 milhões de toneladas anuais e isso torna um fato curioso sobre a mandioca. 

4. Lenda

Uma certa lenda diz que a mandioca tem origem na morte precoce de Mani, que é neta do líder de uma tribo, enterrada na oca em que morava e, após passar um tempo, uma planta nasceu no lugar onde o corpo foi enterrado. Essa planta era a mandioca. 

Os indígenas ficaram observando a raiz branca e deram o nome de Manioca, e, para a planta, o nome de Maniva.

Essa lenda é um fato curioso sobre a mandioca que, por coincidência do destino acabou ficando conhecida em algumas regiões como uma planta que traz mau presságio. 

5. Produz tapioca através da fécula da mandioca

Tapioca tem um gostinho muito bom, não é mesmo? Você sabia que a tapioca é um derivado da mandioca? Pois é, isso é um fato bem curioso e interessante sobre essa planta. 

A tapioca é uma espécie de farinha que tem consumo alto no Nordeste. Ela é feita a partir da goma da mandioca. 

Com ela é possível fazer diversas receitas deliciosas, como cubinhos fritos para aperitivo, sanduíches semelhantes aos crepes franceses com vários recheios e até doces, como o pudim de tapioca. 

São tantas possibilidades de receitas que fica até difícil escolher uma te dando água na boca. Isso se dá por conta da existência da mandioca, o que torna uma opção ótima para ser produzida.

Além de produzir tapioca, você também pode fazer bolinhos de tapioca. Caso tenha interesse em fazer, basta acessar a receita em nosso site.

6. Excelente para fortalecer os ossos e tecidos 

São muitos os benefícios que o consumo de mandioca proporciona para a sua saúde, pois, ela é rica em fibras, potássio, cálcio e ferro, ajudando a manter a composição e saúde dos ossos.

A mandioca também produz muito colágeno, que consegue ser importante para cartilagens e até mesmo tecidos em geral. 

Outro fato curioso sobre a mandioca é que ele serve como hidratante para hidratar a pele e até mesmo o cabelo, evitando que tenha aquele cabelo seco, além de prevenir pontas duplas e controlar o frizz.

+ Cuscuz de tapioca: aprenda uma receita deliciosa e fácil de fazer, não vai ao forno!

Como é o consumo da mandioca no Brasil? 

De acordo com as estimativas mais recentes do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a produção de mandioca no Brasil vem crescendo bastante nos últimos anos. 

Em 2023 cresceu 1,3% em relação a 2022, atingindo um total de 18,4 milhões de toneladas. Esse aumento se dá pela valorização que esse tipo de alimento vem recebendo cada vez mais.

Isso é bom, pois a mandioca traz diversos benefícios para o ser humano, além de ser barata. 

Enfim, esses são alguns fatos curiosos sobre a mandioca e a importância do consumo dela no Brasil. 

Como pôde ver, é uma plantação muito importante que vem sendo ainda mais valorizada ultimamente. 

Se gostou do nosso conteúdo, nos siga para mais informações como essa. 

Desde já, agradecemos a sua atenção.