Veja como fazer banho-maria sem segredos e complicações

Compartilhe essa receita

Muitos mais muitos que passaram pela cozinha certamente já conheceram o banho-maria que é uma das melhores técnicas de cozimento que  vamos explicar tudinho aqui.

Anúncios

banho maria

O banho-maria é um método que utiliza do calor indiretamente nos preparo de vários pratos. Comumente se usa no derretimento do chocolate e em outros doces.

Então se liga nessa leitura que você entenderá como se faz o banho-maria com um cozimento descomplicado e por que é essencial para muitas receitas? Partiu aprender!

Vocês sabem de veio o ‘banho-maria’?

Essa técnica de banho-maria é um método antigo da cozinha, por essa razão se faz muito presente na literatura que aborda a culinária francesa nomeando esse processo de ‘bain-marie’.

Este termo é uma expressão que faz a referência à história de um alquimista judia lá pelos séculos XIII e XIV A.C, que tinha o nome de Maria, e que usava a panela cobreada com água pudesse manter por muito mais tempo o seus experimentos.

Há outras hipóteses que relatam que esse nome dessa técnica se refere mesmo à Virgem Maria, por essa expressão evocar “o mais doce dos cozimentos”.

Dica: essas definições de banho-maria aqui trazidas não correspondem de forma exata no conceito aplicado ao banho-maria de laboratório.

Aprendendo de vez a preparar seu banho-maria

Anúncios

De fato, não tem segredo para a receita de banho-maria, sabia? Pois é bem simples de se preparar, precisando de dois potes ao invés de um: preencha a panela com a água, ao menos pela metade e deixando-a ao fogão.

Então ascenda o seu o fogo numa temperatura mais baixa e espere a água esquentar. Depois, passa a uma vasilha pequena (usando os ingredientes que pretende cozinhar nesse banho) dentro de sua panela.

Nesse modo de preparo, o cozimento ocorre por conta do contato com a água quente e não pelo fogo direto.

Por conta disso, que o banho-maria se usa frequentemente nos alimentos que precisam passar por um cozimento menos rápido e com isso são mais sensíveis ao contato com o fogo, podendo queimar mais fácil.

Por exemplo, os marshmallows, os pedacinhos de chocolate e por incrível que pareça o próprio creme de leite, pode ser feito no banho-maria pelas chances de empelota.

Fique atento!! Porque tem um bocado de gente que gosta também do banho-maria feito da forma que a vasilha não entre em contado com a água da panela.

Esse cozimento é realizado apenas com o vapor dessa água usada, por não haver contato direto. Assim, deve-se se usar a vasilha maior mais um pouco, não adentrando inteiramente em sua panela e, com isso evita que encoste com a água.

Cabe ressaltar que não pode esperar que a água ferva, pois o ideal é que ela esquente o máximo que pode e, jamais deixe que fique a borbulhar. Por isso, o fogo reduzido é importantíssimo, naqueles casos que começa levantar fervura, uma das dicas  que mais funcionam é agregar uns cubinhos de gelo.

Ademais, o banho-maria pode ser preparado também em m forno, muita gente desconhece isso.

É preciso apenas deixar cheia de água uma assadeira e esperar que ela esquente. Assim que a água ficar preaquecida, deixe-a noutra vasilha já com os ingredientes do cozimento, tem como errar??

Para que você fique bem por dentro desse temam, veja as técnicas e segredos que pode já aí sua cozinha. Afinal Manual da Cozinha faz tudo por você!!

Chocolate derretido

Quem já fez a tentativa de derreter o chocolate diretamente na panela no fogão, muito provável que o resultado isso foi queimar seu doce, num é mesmo??

Exatamente por isso que fazer um banho-maria é uma maneira de garantir  chocolate possa derreter corretamente. Faça isso assim: coloque uma panela menor no fogo com uma pequena porção de água e, por cima dela, deixe encaixado a vasilha de vidro ou inox.

Fique atento!! Pois essa tigela necessitar ser grande o suficiente para não ter contato com a água.

No entanto, se prefere optar pelo microondas para fazer todo esse derretimento, pode confiar que vai dá certo também… só saiba que o truque é ficar mexendo em torno de 30 a 30 segundinhos, sem parar, para que não possa queimar.

Chegue naquela cremosidade sem fim!!

Ovos podem também cozer ao banho-maria! Só que os mexidos ganham uma cremosidade semi igual, devido sua a clara não perder a água cem comparação a técnica convencional. Já tá pensando em botar em prática por aí né?

O caso dos clássicos pudins

Sem dúvidas que o pudim é um dos preparos típicos que recorrem ao banho-maria.

Aqui basta colocar a forma de pudim em uma assadeira de formato retangular junto da água que ferveu de modo breve formando assim seu banho-maria e deixe-o no forno conforme o tempo indicado na receita.

É fundamental que asse esse pudim desse mesmo jeitinho, da maneira gradual e, controlando toda a temperatura, para chegar a seu ponto perfeito.

As vantagens de fazer o banho-maria

Como o banho-maria não permite o contato diretamente com o fogo, essa caba sendo a melhor parte de optar por esse infalível método, o que deixa o sabor e os nutrientes mantidos e, por conta também de seus alimentos se preparem de modo lento, ,

Não deixe de fazer isso nos preparos que levam as barras de chocolate, o leite condensado e o creme de leite. Por exemplo, as caldas de bolos esse é uma técnica muito mais eficaz!

O resultado já comentado aqui, mas vale reforçar que fica  bem mais cremoso e não dá chances de queimar no processo.

Sobretudo, está equivocada aquele que acredita que o banho-maria serve somente para fazer doces. Pois esse método funciona nos preparos salgados – de peixes, a legumes e os ensopados, de pouco a pouco prepare esse pratos e, não correr aquele risco de virar os torrões.

Além disso, por esse aquecimento não ser ter aquela agressividade, peque a água faz todo o intermeio, os nutrientes das comidas ficam bem mais conservados. Tudo de bom, né?

Entre para nossa lista VIP
receba atualizações e dicas diárias
Veja mais!
Quer aprender a cozinhar como um profissional?
vamos enviar notificações por email
cozinheiro